Minha Casa Pre Fabricada

Os tribunais eleitorais do Brasil testam as regulamentações de IA

O Tribunal Superior Eleitoral do Brasil publicou um projeto de resolução propondo novas regras para o uso de IA em campanhas eleitorais. As regras serão discutidas em audiências públicas marcadas para os dias 23 e 25 de janeiro.

O Brasil realizará eleições em seus 5.568 municípios em outubro, quando os eleitores elegerão prefeitos e vereadores para mandatos de quatro anos.

O projeto de regras permite o uso de IA em anúncios de campanha, desde que os candidatos sejam transparentes sobre isso. Os telespectadores devem ser claramente alertados sobre “o uso de tecnologias digitais para criar, substituir, omitir, fundir, alterar a velocidade ou sobrepor imagens e sons”.

Da mesma forma, o uso da IA ​​“deve ser acompanhado de informações explícitas” de que “o conteúdo foi fabricado ou manipulado e qual tecnologia foi utilizada”.

Os partidos políticos que não cumprirem serão multados.

De acordo com a Constituição do Brasil, novas leis eleitorais não podem entrar em vigor se forem promulgadas menos de um ano antes da próxima eleição, o que impede o Congresso de alterar as regras para as eleições deste ano. Contudo, o Tribunal Superior Eleitoral tem competência para editar novas regulamentações após esse prazo.

Como O Relatório Brasileiro mostrou no mês passado, os analistas estão cada vez mais preocupados com a desinformação alimentada pela IA nas eleições de 2024. Entretanto, os estrategas de campanha política estão a promover cursos, ferramentas e serviços baseados em IA para campanhas eleitorais, com as próximas eleições municipais marcadas para marcar uma nova fronteira para a tecnologia e a democracia.

Nas eleições gerais de 2022 no Brasil, o Google e o Facebook foram os maiores beneficiários de fundos de campanha – uma prova do domínio do mundo digital na batalha pelos eleitores.



Com informações de Brazilian Report.

Minha Casa Pre Fabricada

Similar Posts