Minha Casa Pre Fabricada

Projeto de lei que legaliza cassinos tramita no Senado brasileiro

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou na quarta-feira, por uma pequena votação de 14 a 12, um projeto de lei para legalizar os cassinos no Brasil. O projeto seguirá para votação em plenário.

O polêmico projeto de lei foi previamente aprovado na Câmara em uma sessão apressada na madrugada de fevereiro de 2022. Os legisladores da esquerda e da direita ajudaram a aprová-lo, apesar da oposição pública da bancada cristã evangélica.

Os cassinos e a maioria das formas de jogos de azar foram proibidos no Brasil desde 1946, embora o país tenha recentemente tomado medidas para legalizar as plataformas de apostas esportivas. A ideia de legalizar resorts-cassinos foi revivida durante o antigo governo de extrema direita de Jair Bolsonaro e tem sido anunciada como uma forma de impulsionar o turismo no Brasil.

Durante seu mandato, Bolsonaro disse repetidamente que pretendia transformar a cidade costeira de Angra dos Reis, no estado do Rio de Janeiro, em uma “Cancún brasileira”. Embora não tenha abordado diretamente o tema dos jogos de azar, Cancún é o lar de muitos cassinos.

O senador Flávio Bolsonaro, filho mais velho do ex-presidente, viajou com o senador Irajá, relator do projeto no Senado, no início de 2020 para Miami e Las Vegas para se encontrar com o falecido magnata do jogo Sheldon Adelson (1933-2021).

Como O Relatório Brasileiro demonstrado em um episódio recente do nosso podcast Explicando o Brasil, o esforço para legalizar os cassinos está intimamente relacionado aos apelos para permitir o uso privado de “terras marinhas”, como praias (locais privilegiados para resorts de cassino). Ambos os projetos foram aprovados no plenário da Câmara com menos de 48 horas de intervalo no início de 2022.

O senador Jaques Wagner, líder do governo Lula no Senado, votou a favor do projeto.



Com informações de Brazilian Report.

Similar Posts