Minha Casa Pre Fabricada

Material radioativo é roubado em São Paulo e autoridades emitem alerta

A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) do Brasil, afiliada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, emitiu um alerta público após o roubo de uma caminhonete transportando material radioativo em São Paulo. O incidente, envolvendo uma empresa privada, ocorreu há alguns dias.

O material roubado foi embalado com segurança em recipientes de chumbo para evitar irradiação ambiental. No entanto, a CNEN alerta que o manuseio inadequado do material apresenta riscos significativos à saúde.

Quem encontrar o material deve contatar imediatamente a CNEN e a polícia. No momento do furto, o veículo e a embalagem estavam claramente marcados com o símbolo internacional de radiação ionizante. A Polícia Civil está investigando ativamente o caso.

A Medical Armazenagem Logística e Distribuição Ltda, empresa responsável pelo material, informou que cinco pacotes foram furtados. Segundo o motorista, o veículo estava estacionado em frente à sua residência, em desacordo com as normas de monitoramento de segurança.

O incidente traz à mente o acidente de Césio-137 de 1987 em Goiânia, o maior acidente radiológico da história do Brasil. Um dispositivo de radioterapia abandonado em um ferro-velho foi adulterado, levando a uma contaminação generalizada. Inicialmente, 249 pessoas foram significativamente afetadas, com relatórios oficiais confirmando quatro mortes, embora promotores estaduais tenham afirmado que houve pelo menos 66.

A limpeza de 19 gramas de césio concentrado resultou em 40.000 toneladas de resíduos. A CNEN teve que implementar protocolos extensivos para isolar materiais contaminados e tratar indivíduos afetados.

Ainda não há informações públicas sobre o nível de radioatividade dos materiais roubados em São Paulo.



Com informações de Brazilian Report.

Similar Posts