Minha Casa Pre Fabricada

Lula cogita reeleição para manter “trogloditas” afastados

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse terça-feira que considera concorrer à reeleição em 2026 para evitar uma vitória dos “trogloditas que governaram este país”, numa referência à extrema direita liderada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro.

“Não quero discutir reeleição nem as eleições de 2026. Porque eu só tenho [two years and 6 months left] no termo. Quero cumprir o que prometi ao povo brasileiro”, disse Lula em entrevista à rádio CBN.

“Quando chegar o momento de discutir [the elections]tem muita gente boa para concorrer, não preciso ser candidato”, acrescentou Lula.

“[But] se for necessário correr para evitar que os trogloditas que governaram este país voltem a governar, pode ter certeza que meus 80 anos [of age] vou completar 40 anos e posso concorrer”, disse o presidente. Lula tem 78 anos e completaria 81 pouco antes de assumir um novo mandato.

“Não permitirei que este país seja governado novamente por um fascista. Não permitirei que este país seja novamente governado por um [Covid and vaccine] negacionista como já tivemos”, acrescentou.

Bolsonaro foi considerado inelegível pelo Tribunal Superior Eleitoral até 2030 por abuso de poder. No entanto, ele ainda pode montar uma campanha em 2026 por vários meses, até que uma nova decisão judicial o remova das urnas e obrigue seu companheiro de chapa a se apresentar.

Situação semelhante ocorreu em 2018, quando o próprio Lula estava preso e inelegível. Lula montou uma campanha de qualquer maneira, até que o tribunal o retirou das urnas e o Partido dos Trabalhadores o substituiu por seu companheiro de chapa Fernando Haddad, que perdeu para Bolsonaro. Atualmente, Haddad é ministro da Fazenda no governo Lula.

Em outubro de 2022, dias antes do segundo turno em que derrotou Bolsonaro, Lula disse nas redes sociais que, se eleito, seria um “presidente de um mandato”. No início de 2023, semanas após assumir o cargo, ele mudou seu discurso para dizer que “poderia” concorrer novamente se estivesse saudável e o país estivesse em uma “situação delicada”.



Com informações de Brazilian Report.

Similar Posts