Minha Casa Pre Fabricada

Esquerda brasileira tentará superar Bolsonaro nas ruas

Um grupo de organizações de esquerda e partidos políticos planejou uma série de manifestações em todo o país para 23 de março para exigir punição aos ex-membros do governo de Jair Bolsonaro que planejaram um golpe para derrubar a democracia.

Rud Rafael, líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), disse inicialmente em entrevista que as manifestações pediriam a prisão de Bolsonaro. Mais tarde, os organizadores voltaram atrás e apelaram à “não amnistia” para os líderes golpistas, em vez de nomearem especificamente o antigo presidente de extrema-direita ou apelarem à prisão das pessoas.

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), de esquerda, disse em comunicado que as manifestações seriam realizadas em “defesa da democracia, sem anistia para os golpistas e pelo fim do genocídio na Palestina”, bem como para lembrar o 60º aniversário do golpe militar de direita de 1964 que instalou uma ditadura que durou 21 anos – e da qual Bolsonaro sempre foi um defensor entusiasta.

Representantes do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e do Partido dos Trabalhadores também estiveram presentes na reunião que decidiu a agenda da marcha, informou o partido.

“As organizações… enfatizaram a importância de ocupar as ruas para pressionar pela punição dos envolvidos no golpe”, afirmou o comunicado.

A deputada Gleisi Hoffmann, presidente nacional do Partido dos Trabalhadores e aliada próxima do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, recorreu às redes sociais para pedir “Sem Anistia” e…



Com informações de Brazilian Report.

Minha Casa Pre Fabricada

Similar Posts