Minha Casa Pre Fabricada

Crise Yanomami continua sob Lula

Esta semana, Joenia Wapichana, chefe da agência federal indígena Funai, fez um apelo urgente aos legisladores da Câmara para aumentar o financiamento.

“Passamos por uma situação muito vulnerável”, disse a Sra. Wapichana, que já cumpriu um mandato como a primeira mulher indígena eleita para o Congresso, durante uma audiência pública. “Faltava-nos investimentos tanto em recursos humanos como financeiros. Por exemplo, em 2023, nosso orçamento discricionário foi de apenas R$ 225 milhões (US$ 41 milhões) para todo o país.”

Dados públicos mostram que a Funai gastou um total de R$ 577 milhões no ano passado, sendo mais da metade destinada a salários, benefícios e pensões de funcionários ativos e aposentados.

A maior despesa discricionária recente da Funai é um contrato de R$ 68 milhões com a estatal Infraero, que administra vários aeroportos do país. Este contrato visa reformar e melhorar cinco pistas de pouso localizadas na terra indígena Yanomami, no norte do Brasil.

Outras principais despesas da Funai incluem aluguel de aeronaves e…



Com informações de Brazilian Report.

Similar Posts