Minha Casa Pre Fabricada

Brasil quer que transportadoras renovem frota com aviões da Embraer

O ministro dos Portos e Aeroportos do Brasil, Silvio Costa Filho, disse na segunda-feira que o governo está incentivando as companhias aéreas a comprar mais aviões, especialmente da construtora local Embraer.

“A Embraer é um ativo brasileiro”, disse ele, “e já existe a percepção de que as companhias aéreas brasileiras querem comprar mais aeronaves da Embraer. Você compra, opera no Brasil e gera empregos e renda no país.”

Como nosso 26 de fevereiro Boletim Semanal Brasil mostrou, a idade média da frota das companhias aéreas Latam, Gol e Azul – que juntas respondem por 99% do mercado doméstico de viagens aéreas do Brasil – aumentou desde 2019.

A idade da frota afeta a produtividade das companhias aéreas, pois os modelos mais antigos consomem mais combustível. O combustível representa cerca de 40 por cento dos custos das empresas, mas as elevadas taxas de juro e os níveis de endividamento são obstáculos para as empresas obterem empréstimos para renovarem as suas frotas.

Nem a Embraer nem o Ministério dos Portos e Aeroportos responderam imediatamente às O Relatório Brasileiro pedidos de comentários. O ministro não explicou como o governo incentivaria as companhias aéreas a escolherem aeronaves da Embraer.

Entre as três principais companhias aéreas do Brasil, apenas a Azul tem atualmente encomendas para a Embraer. A Azul anunciou em dezembro a compra de sete Airbus A330neos, com entregas previstas para começar em 2026.

Costa Filho também disse que o governo federal anunciará em 18 de março um investimento de R$ 2 bilhões (US$ 400 milhões) no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, o segundo mais movimentado do Brasil, para “melhorar a infraestrutura” e expandir a capacidade.

Ele acrescentou que o Voa Brasil, futuro programa que visa ampliar a oferta de passagens aéreas mais baratas, não contará com recursos federais. Mas a falta de subsídios significa que o programa não cumprirá a sua promessa de baratear efectivamente as tarifas aéreas (aumento de 25 por cento nos 12 meses até Janeiro).

Em vez disso, apenas agregará ingressos que já são baratos.



Com informações de Brazilian Report.

Minha Casa Pre Fabricada

Similar Posts