Minha Casa Pre Fabricada

Baleias jubarte retornam majestosamente às costas do Brasil

É uma visão que poucos esqueceriam rapidamente: a cauda de uma baleia jubarte balançando acima da água contra o cenário deslumbrante do icônico horizonte do Rio de Janeiro.

“Acabamos de encontrar uma mãe e seu filhote. Eles estão emergindo para respirar, mostrando suas nadadeiras dorsais. Agora vamos ver a cauda”, explica a bióloga marinha Bruna Rezende, enquanto os demais passageiros do barco gritam e batem palmas de alegria com o avistamento.

Para muitos, ver baleias é uma experiência única na vida. No entanto, mesmo pesquisadores experientes como Rezende nunca perdem o espanto ao ver essas criaturas colossais, que podem crescer até 16 metros de comprimento.

Esse encontro inesquecível está se tornando cada vez mais comum no litoral carioca durante a temporada de migração, que vai de junho a setembro. Pela primeira vez este ano, tanto turistas como locais podem participar em passeios de observação de baleias na área.

Este novo empreendimento é resultado da recuperação bem-sucedida da população de baleias jubarte no Brasil. Os conservacionistas esperam que estes passeios protejam ainda mais estes majestosos mamíferos, muitas vezes referidos como “sentinelas do mar” pelo seu papel na indicação da saúde dos ecossistemas marinhos.

Uma história de sucesso em conservação

Os conservacionistas acreditam que a observação marinha pode aumentar a conscientização e ajudar a proteger as baleias e outras formas de vida marinha. Foto: Bruna Rezende/Amigos da Baleia Jubarte

Como grande parte do mundo, a população de baleias jubarte do Brasil – que migra da Antártida para se reproduzir – foi quase levada à extinção pela caça. Quando a moratória baleeira internacional foi adotada em 1986, estimou-se que restavam apenas cerca de 500 jubartes na população brasileira.

Quase quatro décadas…



Com informações de Brazilian Report.

Similar Posts